Máquinas? Estão nas fábricas

Autor: Nuno Caetano  /   Janeiro 16, 2022  /   Publicado em noticias

Máquinas? Estão nas fábricasOs homens e mulheres que praticam desporto amador são tudo menos máquinas.

Alguns têm felizmente muito tempo disponível para atividades de lazer e optam por práticas desportivas federadas. Outros quase não têm tempo para treinar. Mas competem na mesma.

É por isso que uns são mais máquinas do que outros?

Ou porque tiveram um passado desportivo rico e adquiriram competências condicionais, coordenativas e psicológicas para a vida. São máquinas? E os restantes não são?

Ainda não conseguimos escolher os nossos genes portanto como me posso comparar a outra pessoa e não apenas comigo próprio?

Alguém que trabalha, cuida de filhos e família, tem +20% de massa gorda, corta as metas na segunda metade da tabela, não é máquina?

E pergunto-me se quem dispende de muitas horas semanais a treinar está a descurar por exemplo a família?

À procura de quê? Quanto mais forças mais vazio te sentirás.

Onde está o equilíbrio?
Está na capacidade de cada um poder treinar, sendo o melhor desportista possível, sem deixar para trás os outros elementos da sua existência.

Quando deixar a prática desportiva, ou se por algum motivo a isso se vir forçado precocemente, como e com quem será o seu dia-a-dia?

Ao investirem tempo e recursos financeiros todos os desportistas amadores querem obter o máximo de rendimento possível mas convém estar em bicos de pés – sonhar alto mas com os pés ainda a tocar no chão.

Se a prática diária traz mais stress, comparação com outros, pseudo-desilusão após as competições do que satisfação, saúde e bem-estar então algo está errado.

  • Se não te apetece vai com calma

  • Se estás doente recupera primeiro

  • Se estás numa fase de carga profissional ou pessoal levanta o pé

  • Se um investimento em material ou competição influencia negativamente a tua família não o faças já

  • Se não envolves os teus de alguma forma fá-lo.

Sê um farol (influencer em inglês) para os que te rodeiam e eleva os seus níveis de atividade física.

É para ti que praticas mas como não é a tua profissão, não deve ser só para ti que praticas.

Vamos continuar a adorar ver pessoal a terminar competições horas após os primeiros mas com as crianças ao colo e a receber um abraço da família e amigos.

Pfff… Máquinas…

Máquinas somos todos ao tentarmos ser a nossa melhor versão.

Aliás, ninguem é máquina, somos todos bem humanos nas qualidades e defeitos.

Feliz Ano Novo 2022 com equilíbrio e sorrisos nos lábios.

Sobre Nuno Caetano

Treinador de Natação e Triatlo - Nível 3. Iniciou-se no online coaching em 2012 trabalhando com quase uma centena de atletas perseguindo objetivos individuais da maratona ao ultra trail passando pelo triatlo longa distância, ultra-maratonas, ciclismo e natação de resistência, por etapas e outros desafios. Não se pode queixar das loucuras dos seus atletas, ali não há monotonia. Um nortenho no reino dos 'al-gharbs' que colabora com o Correr Por Prazer desde 2012. Site oficial: www.vaimaislonge.net
Artrozen

Comentários encerrados.

X